16/08/2014

Sentimento artificial


É como eu sempre digo: não é porque uma pessoa sorri na sua frente que ela é feliz quando está sozinha. Muitas pessoas escondem seus problemas e suas dificuldades com apenas um sorriso no rosto, mas não é por isso que elas são inteiramente felizes. Quando chegam em casa, sentem a tristeza se apossar do coração e não têm o que fazer. Muitas precisam de um ombro amigo, mas como confiar em um mundo onde todos lhe dão as costas quando você mais precisa?
É difícil, então, dizer que tudo vai passar, que tudo terá um fim. Querendo ou não, muita gente não recebe um simples e rápido "oi", e isso poderia tornar o dia dela muito melhor. A rotina cansa todo mundo, e chega uma hora que poucos conseguem aguentar. São tantos problemas que, quando acumulados, precisam sair de algum jeito do nosso peito. O ruim é que não existe só o lado fácil e alegre, mas sim o difícil e triste de solucionar esse incômodo.
Quando éramos criança, sempre acreditávamos que o mundo era perfeito, mas então crescemos e descobrimos que o que torna esse lugar tão feio são as pessoas. Há quem consegue se salvar, mas com tanta crueldade e maldade ao redor desse mundo, fica difícil de acreditar que ainda exista uma solução.
Pessoas estão se importando cada vez mais com elas mesmas do que com o próximo. Não sorriem para estranhos, não desejam "bom dia", não abraçam os pais, não beijam os avós, não almoçam mais com a família e não dedicam um tempo para os amigos. Estão se tornando solitárias e egoístas a cada dia que passa, cada vez mais.
É triste ver como tudo mudou tão rápido. Na verdade, acredito que com o passar dos anos nós começamos a enxergar o mundo de outro jeito, não mais com aquela inocência de quando éramos criança. O mundo, antes todo colorido, agora se torna cinza com tanta gente desejando a morte ao outro e julgando sem pensar. Então eu paro e penso: quando esse mundo vai melhorar?
Quero, sim, deixar um mundo melhor para meus filhos, se um dia os tiver. Mas, antes de tudo, quero assistir de perto a uma melhoria significativa na relação entre as pessoas. Quero ver mais amor, mais companheirismo, mais lealdade, mais sinceridade. Espero que eu e muitos outros não nos cansemos desse mundo de pessoas se tornando robôs.

Vanessa Esteves
0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright 2015 - Esteves Where - Todos os direitos reservados.