08/07/2014

Xô, tristeza sem sentido!


Não entendo essa tristeza que bate no meu peito e insiste em ficar. Se tivesse um motivo, uma razão, tudo bem, seria fácil aceitar; mas não, ela chega como quem não quer nada e não vai embora tão facilmente. Consegue me levar até o som mais próximo para colocar aquela música depressiva. E quem disse que eu consigo trocar para uma música animada? Difícil.
Essa tristeza é mais forte do que eu. Daqui a pouco terá até apelido, de tão frequentadora do meu peito. Queria ter uma fechadura forte, para ela não poder entrar nunca mais. Mas é estranho, ela não dá sinais de quando irá chegar. 
Quer dizer, então, que eu preciso fazer coisas diferentes a cada dia, só para ela se transformar em felicidade? Que estranho, ninguém nunca me disse que era preciso ser feliz todo dia. Sei lá, só queria poder mandar essa tristeza para bem longe quando ela chegasse. Mas o que fazer quando "sei lá" já vira um estado de espírito e resposta para tudo?
São tantas perguntas nesse texto; e minha tristeza continua correndo aqui no meu peito. Ela não para quieta, não, mas insiste em dizer que já tem um lugar reservado para ela bem aqui. Diz que só vai embora quando alguém de carne e osso quiser ocupar seu lugar. Eu hein, prefiro ir àquela festa e beber naquele copo vermelho, quem sabe minha risada e aquela música não sejam suficientes para dizer bem alto "xô, tristeza sem sentido!".

Vanessa Esteves
4

4 comentários:

  1. qual seria a tal musica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não seria uma música específica, só alguma que animasse mesmo.

      Excluir
    2. queria pelo menos saber quem se passa dentro da sua cabeça e do seu coração

      Excluir

Copyright 2015 - Esteves Where - Todos os direitos reservados.