15/04/2015

Enquanto esse meu medo for maior que a vontade de amar

(WeHeartIt)

Eu preciso de mais informações, porque só o seu “oi” não basta mais para mim. Eu quero saber com quem você sai, aonde você vai, quais seus planos para o fim de semana e seus sonhos para o futuro. Eu quero fazer parte da sua rotina, receber sorrisos seus a cada dia e beijar seus lábios assim que sentir vontade. Eu quero que você sinta minha falta, que faça o impossível para me ver e que me abrace e não me deixe ir embora.
Meus dias sem você se tornam obscuros, sem graça e desanimados. Não sinto meu coração acelerado até receber uma mensagem sua, daquela que faz meus olhos brilharem, mãos suarem e sorriso bobo aparecer no rosto. Eu não quero me apegar, mas também não quero deixa-lo sair da minha vida. Uma manhã com o seu “bom dia” transforma tudo do cinza para o colorido.
Eu já não quero mais ter que dizer “tchau”, pois quero você bem perto de mim. Não quero mais precisar teclar no celular, e sim trazer você para o calor dos meus braços. Queria também poder dizer tudo, mas há algo dentro de mim que diz que é melhor continuar assim. Talvez você nunca conheça meus verdadeiros sentimentos por você, porém eu espero que nossas conversas nunca tenham um fim.
Eu não vou dizer que não sou nada sem você, porque sou completa sendo eu mesma. Mas é você que conhece meus segredos, que reconhece a garota tímida que sou e meus desejos, que já sabe quais são os meus defeitos e sonhos e que, mesmo assim, não se distancia de mim. Pessoas que fazem o que você faz eu considero uma raridade. Há tempos eu não acreditava mais em palavras proferidas por desconhecidos. Contudo, na primeira oportunidade que tive, contei a você meus medos mais profundos, sem me preocupar com julgamentos e se você era uma pessoa confiável. Na verdade, confiei em você desde o princípio, gastei horas de sono com nossas conversas e enxerguei um fio de esperança quando percebi que entre nós acontecia algo espontâneo.
Eu agora só não sei mais o que fazer, já que sinto sua falta ao entardecer. Mas saiba que, ao amanhecer, eu encaro o céu pela janela do ônibus e é no seu sorriso que penso, nos seus abraços que gostaria de estar e a sua voz que queria ouvir. Eu sinto necessidade de sair dessa rotina, de correr à sua casa e encarar os fatos, de passar mais madrugadas tendo conversas aleatórias com você e de sentir que todo o risco de se machucar valeu a pena no final. Mas você sabe – e isso não é novidade -: eu não quero me magoar. Só que enquanto esse meu medo for maior que a vontade de amar, eu sei que não serei feliz o suficiente. E é por isso que não tento mais controlar o que sinto, embora ainda me veja lutando contra a vontade repentina de falar com você a todo o momento. Apenas espero pelo dia em que não terei mais vergonha de dizer tudo o que se passa dentro da minha mente e o que sinto no meu coração.

Vanessa Esteves

[Escrito às 19:37 do dia 15 de abril de 2015.]
0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright 2015 - Esteves Where - Todos os direitos reservados.