22/12/2014

Encontro na chuva


O clima lá fora combina bem com o sentimento que se encontra hoje dentro de mim. A chuva que insiste em cair se parece com as lágrimas que ameaçam sair de meus olhos. Por que eu fui logo me apegar a você? 
Já que você chegou de repente e foi embora do mesmo jeito, eu só queria poder dizer à minha mente: "favor se esquecer de quem não vai mais voltar para a minha vida". Porque sabe, não há sentimento pior do que saber que você mora a quilômetros de mim e que nossa chance foi única. 
Só que, como quem não quer nada, você apareceu em um momento que eu não esperava. E como não querendo me magoar, deixou meus pensamentos vidrados em você. O pior é que fico aqui esperando algum sinal seu, mesmo sabendo que há reciprocidade mas que o destino não foi tão legal com nós dois.
Queria que você me encontrasse na chuva que cai lá fora, que me beijasse do jeito que fez naquele dia de semana e que me dissesse tudo aquilo da forma mais lenta possível. Para que tudo ficasse gravado na minha memória e que tudo o que imagino acontecendo com nós dois se tornasse real. Só me mostre que depois dessa tempestade eu ainda o encontrarei no meu caminho.

Vanessa Esteves

Nenhum comentário:

Postar um comentário