05/07/2014

O grande valor de um "obrigado"


Estava a caminho do terminal de ônibus, animada pelas férias estarem chegando, quando me deparo com uma cena que há muito tempo não vejo: uma filha - de cinco anos, no máximo -, agradecendo a sua mãe por carregar sua mochila. Pode parecer pouca coisa, mas esse acontecimento fez com que eu tivesse um "clique" dentro de mim e começasse a pensar que muita gente já não agradece mais. Filhos acham que os pais fazem determinadas coisas por eles e que isso não é mais do que obrigação. E digo o mesmo a respeito dos pais. Muita gente já não agradece mais um garçom ou algum outro atendente com a insistente ideia na cabeça: "ele só está fazendo o trabalho dele". 
Em que mundo fomos parar, onde tudo virou desculpa para não agradecer mais? Um simples sorriso no rosto já basta como uma forma de agradecer. E o que custa dizer apenas uma palavra, que parece ser tão pequena, mas para quem recebe, muito valiosa? Não vai doer, eu juro.

Vanessa Esteves

Nenhum comentário:

Postar um comentário