23/12/2013

Resenha do livro: Lola e o Garoto da Casa ao Lado

Ganhei o livro "Lola e o Garoto da Casa do Lado" do meu tio na última Feira do Livro que teve aqui em Floripa, comecei a ler no sábado e terminei de ler ontem, por isso vim compartilhar o que achei do livro com vocês.


A história é narrada por Lola Nolan, uma garota de dezessete anos adotada por um casal homossexual que teve uma decepção amorosa depois de se apaixonar pelo seu vizinho, Cricket Bell, alguns anos atrás. Ele acaba se mudando com a família e Lola tenta retornar à sua vida, mas sofre por muito tempo depois de sua partida. Lola adora se vestir com roupas coloridas e brilhosas, tanto que não gosta de usar as mesmas roupas e a cada dia se fantasia de um modo diferente. Quando o seu vizinho retorna a casa ao lado, Lola percebe que seus sentimentos por ele ainda existem, mas Max, o namorado estiloso, integrante de uma banda de rock e bem mais velho que ela, é a barreira entre os dois, além da irmã gêmea de Cricket, Calliope. Só que depois de Cricket finalmente confessar o que sente por ela, está nas mãos de Lola escolher ser feliz com o namorado com quem perdeu a virgindade ou com o garoto que foi seu primeiro amor.


E este é o meu marcador de páginas lindo do livro, hehe. Adoro quando tenho um marcador do livro que estou lendo, já que fica mais emocionante de ler.


Óbvio que a minha parte favorita é a que tem beijos e revelações. Na foto acima, uma das minhas frases favoritas do livro: "E, se eu sou as estrelas, Cricket Bell são galáxias inteiras."

Claro que deu para perceber que os dois ficam juntos, não é mesmo? Se não nem seria um dos meus livros favoritos do ano, e o título não seria tão óbvio assim, hahaha.


O livro prende nas suas 285 páginas, apesar de ser um romance meio clichê, e me surpreendeu quando a Anna e o St. Clair, do livro "Anna e o Beijo Francês", apareceram na história. Foi tipo uma brecha para mostrar o quanto eles estavam felizes juntos <3.

Além disso, amei quando percebi que a história toda se passa na Califórnia. Estava mesmo querendo entrar no clima de lá e pirei quando li São Francisco no livro. 

Pretendo comprar algum outro livro da Stephanie Perkins, porque me apaixonei pelos dois que ela escreveu, tanto que se tornaram os meus favoritos.

Espero que tenham gostado da resenha. Até a próxima. Beijos!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário