06/11/2013

Resenha do livro: Os Diários de Carrie

Há um bom tempo fiquei enrolando para começar a ler "Os Diários de Carrie", da autora Candace Bushnell, mas sexta-feira eu finalmente tomei uma iniciativa e li 300 páginas de uma vez só. Acabei terminando o livro, que tem 399 páginas, no sábado, e logo depois já comecei o segundo volume, que provavelmente terá resenha  por aqui amanhã.


A história é contada por Carrie, que tem 17 anos, mora no interior dos Estados Unidos com seu pai e suas duas irmãs e está no último ano do ensino médio. Ela tem o sonho de se tornar uma grande escritora e morar em Nova Iorque. Quando Sebastian, um garoto muito lindo por quem todas as garotas ficam caidinhas, chega na cidade, as histórias começam a ficar mais agitadas. E ele se mostra diferente daquilo que aparentava ser. E, como no ano seguinte Carrie entrará para a faculdade, ela fica dividida entre realizar o sonho de seu pai e realizar seu próprio sonho: o de se tornar uma escritora muito famosa.


Como nunca assisti/li "Sex And The City", achei "Os Diários de Carrie" um livro muito legal e divertido, que mostra a Carrie mais jovem, antes da famosa série de televisão que todos já devem ter ouvido falar.

Já que li super rápido e a história me prendeu, pretendo assistir a série com o mesmo nome nas férias. Já vi que alguns atores são bem fiéis ao livro. Depois que assistir, conto aqui pra vocês.


Claro que, além de mostrar o que Carrie vive no colégio e em casa, mostra também o que acontece com suas amizades e namoros. E mais ainda: que Carrie tem medo de ser a última virgem do colégio. Foi um livro que me fez rir em vários momentos, sonhar com o Sebastian mais-que-perfeito (mas por pouco tempo) e me fez concluir uma coisa: garotos são um problema (não me diga!).

Espero que tenham gostado da resenha. Amanhã pretendo postar sobre "O Verão e A Cidade", então aguardem, hehe. Beijoss.
0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright 2015 - Esteves Where - Todos os direitos reservados.