23/10/2013

Resenha do livro: O Pequeno Príncipe

"Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos."
Se você já leu essa frase antes e, como eu, não sabia de quem era, já que são várias as pessoas que a publicam na internet, saiba agora que essa frase faz parte do famoso livro "O Pequeno Príncipe".

Li o livro no sábado, em menos de duas horas, e antes mesmo de terminar já o considerei como um dos meus livros preferidos. Tanto é que o li ontem novamente e a sensação foi a mesma. Não teve uma parte favorita, mas sim o livro inteiro.


O livro começa com o narrador contando que teve uma pane no seu avião no deserto do Saara, longe de qualquer possibilidade de ter vida por perto. Quando criança, desenhou um elefante dentro de uma jiboia, mas então as pessoas grandes não acharam aquilo assustador. Ele então desenhou de um jeito que o elefante aparecesse dentro da jiboia, mas os adultos disseram para ele desistir daqueles desenhos e estudar geografia, história, matemática e gramática. Quando acorda, no deserto, um menino pede para ele desenhar um carneiro. O homem fica um pouco assustado no início, mas depois de dizer que não sabe desenhar, rabiscar algumas figuras próximas de um carneiro e, na última tentativa, desenhar uma caixa com alguns furos, ele então conhece o Pequeno Príncipe, que diz que era aquilo mesmo que estava esperando.


Olha, para vocês que acharam esse meu resumo meia-boca, eu concordo com vocês, porque mesmo lendo o livro duas vezes, eu não consegui resumir de um jeito que ficasse no mesmo nível da história do livro.

Mas o livro é excelente, perfeito, maravilhoso... É uma história que me tocou, me emocionou, e me fez olhar as estrelas de um jeito diferente (quem já leu sabe do que eu estou falando).

É uma história que te faz perceber mais coisas cada vez que você lê. Sério, nota mil para esse livro.


Achei a capa e as ilustrações do livro maravilhosas. Na verdade, todas elas foram feitas pelo próprio autor. 

Apesar de ser uma história que muita gente pensa que é para crianças, não seria o mais indicado para uma criança ler, porque há muitas coisas que nós só entendemos depois de uma certa idade. 

Tentei assistir ao filme três vezes quando era criança, mas nas três eu dormi e não assisti até o final. Espero que depois de ter lido o livro, eu consiga assistir ao filme. Pensamento positivo, haha.

Espero que tenham gostado da resenha. Se você ainda não leu esse livro, POR FAVOR LEIA. É um livro maravilhoso e que te faz pensar em muitas coisas desse mundo. Beijos e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário