31/10/2013

Resenha do livro: Extraordinário

Como já havia dito há alguns posts atrás, comprei o livro "Extraordinário". Depois de ver muita gente falando bem dele, eu decidi ler também, mas em todas as vezes em que ia comprar ou não tinha ou tinha a edição com capa vermelha. E eu queria a azul (novidaaaade). Quando encontrei, não contei tempo.


O livro é narrado, primeiramente, por August Pullman, que nasceu com uma deformidade facial e sofreu várias cirurgias. Por isso ele nunca tinha ido à escola, o que mudaria naquele ano. Além de ser o aluno novo, Auggie era diferente. Então, sua nova missão era a de convencer as crianças de seu novo colégio que ele era igual a todas elas.


O livro é separado em oito partes, sendo algumas narradas por Auggie e outras por seus amigos e familiares, sempre tendo no início de cada uma uma frase conhecida. Na foto, a parte de um amigo de Auggie, o Jack, em que há a frase do livro "O Pequeno Príncipe".


Como o livro é azul, aproveitei que tinha posts-it da mesma cor e os usei para marcar minhas partes favoritas.


O livro me emocionou bastante. Eu ri, sorri, e também chorei. Fechei o livro com muita lágrima no rosto, não porque foi triste, mas porque a história me trouxe muita coisa boa. É um livro que, como muita gente diz, deveria ser de leitura obrigatória nos colégios, já que trata de bullying e outros assuntos sérios, mas na perspectiva de uma criança.

Espero que tenham gostado da resenha. Perdoem minha ausência nesses dias, mas tive que ficar um tempo longe do blog por causa de um projeto que tive no colégio (depois conto para vocês) e pelo ENEM. Beijos e até a próxima.
0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright 2015 - Esteves Where - Todos os direitos reservados.