21/03/2016

O mundo está chato?

(WeHeartIt)

Eu queria viver em um mundo em que não fechássemos o vidro do carro quando alguém viesse pedir dinheiro. Apesar de desconfiarmos do que a pessoa vindo em nossa direção pode fazer, muitas vezes a culpa não é dela por viver na rua. 

Pensando por esse lado, gostaria de viver em um mundo em que não julgássemos tanto. Na maior parte do tempo levamos em consideração aquilo que vimos na mídia ou o que outras pessoas contaram para nós que aconteceu, sem parar um pouco para refletir que nem todo mundo é perigoso.

Quando insistem em dizer que o mundo está chato, a afirmação não é verdadeira. Por outro lado: somos nós que estamos. Criamos um pré-conceito para cada pessoa que passa pela nossa frente. Se veste uma roupa diferente do normal, tem um cabelo com uma cor chamativa, anda de um jeito engraçado ou não parece ser muito sociável já recebe dez mil julgamentos antes mesmo de poder dizer um oi. Coisa chata, não é mesmo? Já pensou que isso poderia acontecer com você? É aquela famosa frase que entra em jogo: não faça com os outros o que não gostaria que fizessem com você.

Penso que o que realmente falta no mundo é empatia. Caso você nunca tenha ouvido ou lido essa palavra em algum lugar, está mais do que na hora de encaixá-la na sua rotina. Nós julgamos, julgamos e julgamos mais uma vez, que nos esquecemos de nos colocar no lugar dos outros antes de qualquer situação. 

Podem até dizer que o século mudou e isso fez com que as pessoas se tornassem mais perigosas e que, assim, nós tivemos de criar mil formas de segurança na nossa mente quando alguém desconhecido aparecesse em nosso campo de visão.

Não sei, ainda acho tudo isso uma loucura. Nem vou falar aqui sobre outras formas de preconceito, daquelas que tenho que presenciar todos os dias na internet ou até na vida real. Não é o mundo que está chato, pois ele continua o mesmo, mas as pessoas, nós, que estão o tornando feio. Deveríamos conhecer uma pessoa sem julgar, viver sem criar pré-conceitos e não sentir mais medo em deixar o vidro aberto quando uma pessoa desconhecida viesse em nossa direção. Há tantas pessoas por aí com o exterior bem bonito e o interior incrustado de sujeira. Do mesmo jeito que existem pessoas fora do padrão social com um coração bem bonito e especial. Já pensou nisso? Ou continua acreditando que o mundo está chato?

Vanessa Esteves

[Escrito às 21:53 do dia 21 de março de 2016.]
2

2 comentários:

  1. Muito bommm, me identifico muito com seus textos , sempre leio ele na revista ITS ,e é um melhor que o outro .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Kathlen! Fico muito feliz que você gosta deles <3. Ahh, que legal, hehe. Beijos!

      Excluir

Copyright 2015 - Esteves Where - Todos os direitos reservados.