15/11/2014

Resenha do livro "Cartas de Amor aos Mortos"

Comecei a ler este livro na semana passada, acho que quinta-feira, e li poucas páginas por noite para não ler muito rápido. Enfim, como eu fiquei bem ansiosa para saber o final, li umas 200 páginas só ontem e hoje. Espero que gostem da resenha <3. 


"Cartas de Amor aos Mortos", escrito por Ava Dellaira e publicado pela Editora Seguinte aqui no Brasil, é narrado por Laurel, uma garota que perdeu sua irmã há pouco tempo e está prestes a entrar no Ensino Médio. Ela não consegue aceitar a perda, sempre se culpando pelo que aconteceu e escolhe um colégio diferente do da irmã para estudar, para assim não precisar explicar como aconteceu o acidente à seus amigos. Só que Laurel conhece pessoas novas, se apaixona por Sky, sua mãe sai de casa, ela começa a passar uma semana com o pai e outra com a tia e tudo muda. Lauren, além de se conhecer, percebe que a vida é muito mais do que ela imaginava.


Na foto acima há uma das partes que mais me impactaram nesse livro: "De repente entendi que estar vivo é isso. Nossas próprias placas invisíveis se movem em nosso corpo, e se alinham à pessoa que vamos nos tornar".


As cartas eram tão boas e destinadas à pessoas tão incríveis que eu não pude deixar de saber mais sobre cada uma. Ora eu não lembrava a aparência, ora não lembrava se conhecia. O que me deixou mais triste foi perceber que muitas dessas pessoas, que deixaram uma mensagem, um legado importante para as pessoas, morreram de overdose. Não é estranho imaginar que uma hora pode estar tudo bem e, do nada, não existir mais?


O tipo de escrita pode até lembrar "As Vantagens de Ser Invisível" (resenha aqui), mas vai muito mais longe. Apesar de ambos os livros retratarem temas pesados, "Cartas de Amor aos Mortos" fala mais sobre a vida como num todo e em como somos especiais. É um livro tão "grande" que suas 337 páginas interferem, e muito, no que sentimos.


O livro tem uma capa tão linda, tão encantadora, tão envolvente e tão característica com a história que é impossível não se apaixonar. E amei tanto o jeito de escrever de Ava que não vejo a hora de ela publicar mais livros para eu me apaixonar também, hehe.


"Cartas de Amor aos Mortos" vai muito além do título melancólico e de tudo que está escrito na contracapa. É um livro que me fez pensar muito e foi lido num momento em que eu precisava. Recomendo a todos! Estou até pensando em que ele pode ser o meu favorito do ano.

Espero que tenham gostado. Já tiveram vontade de ler também? Comentem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário