13/11/2014

A essência de uma pessoa


Não sou do tipo de pessoa que nota a roupa que você usa. Pouco me importa se é de marca, de um brechó ou do armário da vovó. Podem dizer o que quiserem, mas eu acredito na essência que uma pessoa pode ter. As palavras, atitudes, sentimentos e uma reunião de tantas outras coisas são o que transmitem o verdadeiro valor de uma pessoa. Afinal, roupas são algo destrutíveis; essências podem não ser alteradas jamais.
Aliás, quando conheço uma pessoa, eu me importo mais com o que ela diz do que se tem o celular da moda ou algum acessório que brilhe mais que o sorriso. E podem dizer o que for. Que isso é clichê, que não existe essa coisa toda de essência ou que eu não sou desse jeito. Para mim, só basta eu me conhecer o suficiente para saber o que eu realmente valorizo.
Não tem essa de querer ser outra pessoa colocando a roupa mais bonita do mundo se o que está dentro de você não transmite nada disso. Sabe, as pessoas mais espertas sabem quando alguém mente, quando não é verdadeiro e quando esconde algo. Aliás, todos nós sabemos, só não conseguimos admitir a nós mesmos. Enxergamos a verdade de longe, mas a mentira mascarada mais longe ainda. E somos nós que conseguimos desmascarar essa mentira. Às vezes até com um pequeno sorriso.
Ainda não entendo quando pessoas dão mais valor a objetos do que a outras pessoas. Quando morrermos, o que irá conosco será somente o que vivemos, e todos os nossos bens materiais ficarão. Inclusive nossas roupas, para não fugir do foco principal do texto. Entristece o meu ser ter que presenciar tanta gente tratando uns aos outros como se fossem mera mercadoria, mero brinquedo, mero nada. Em contrapartida, há aqueles que não se distanciam de sua própria essência e sabem valorizar aqueles que merecem. Pois bem, cada um tem sua essência. Só basta reconhecermos qual seja.

Vanessa Esteves
0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright 2015 - Esteves Where - Todos os direitos reservados.