22/10/2014

Mesmo eu não alcançando canecas no armário...


Talvez eu tenha essa altura por simplesmente ser mais um motivo para eu alcançar todos os meus objetivos. Apesar de não ter tamanho suficiente para pegar algumas canecas no armário, já cresci muito de um jeito não tão visível. Com todas as falsidades vindas de pessoas que vivem ao meu redor e momentos de solidão, meu cérebro gritava por mais conhecimento, meu coração por mais amadurecimento e meus olhos por mais experiências vivenciadas. Sendo assim, parti em busca de aventuras, de um bem que seria muito oportuno ao meu ser.
Quero, então, continuar nessa estrada que só termina quando eu der o último suspiro. Decidi caminhar apreciando a vista, para em alguns momentos subir ao lugar mais alto e ver tudo que eu conquistei bem lá de cima. Que eu não tenha medo de cair mas, se acontecer, que eu sinta o meu estômago reclamar, o vento bater em mim e o meu corpo flutuar. Porque lá de cima tudo é lindo, mas aqui embaixo é maravilhoso. E a descida, ah, meu amigo, ela é uma delícia.
E depois de realizar tudo o que listei no meu caderno, que eu tenha a capacidade de listar mais ainda, porque sonhos nunca são demasiado para quem quer viver - de verdade - a vida. E sabe, eu estou aqui, com meus apenas 17 anos, mas não consigo me esquecer dos sonhos que me aguardam no mundo. Que eu conheça tudo que já esteve presente nos meus sonos mais profundos e que esqueça o caminho de volta para, assim, crescer ainda mais. Porque crescer não é adquirir uns centímetros a mais; é muito mais que isso. É, acima de tudo, saber quem você é e só ter vontade de se sentir completo cada vez mais. 

Vanessa Esteves

Nenhum comentário:

Postar um comentário