15/09/2014

Ah, meus amigos...


A lágrima não cai. Mas o coração sente. Por que tudo teve que mudar tão rápido? Parece que ontem estávamos brincando juntos, e olhe agora onde estamos. Tendo que decidir nossas vidas, dando adeus uns aos outros, sem ao menos olhar para trás. Tantas coisas deixadas para depois, tantas risadas não querendo ter um fim, tantas promessas que fizemos dizendo ser eterno. Eterno. Esse momento que poderia ser vivido durante todos os nossos anos da nossa vida, mas que foram guardados no baú do passado. O qual a gente insiste em abrir toda noite de insônia ou toda segunda-feira sem graça.
Perdendo minhas horas de estudo, assisto a um vídeo que fizeram com fotos de todos nós. Ah, que saudade daquela época. Dos nossos sorrisos singelos, dos nossos abraços verdadeiros e da nossa amizade sem cobrança. Em pleno século em que tudo é passageiro, tudo voa, tudo muda num piscar de olhos, fizemos com que nem a mudança de uma época de cem anos fosse capaz de nos separar. Há, sim, aquela distância de vários quilômetros um do outro, mas nem por isso deixamos de lado essa nossa alegria em poder nos encontrar a cada mês. E como eu adoro esses momentos. Tornam-me uma pessoa melhor, uma pessoa que, antes vazia em seu quarto estudando botânica, sente-se cheia de amor para distribuir a quem precisa.
Foram vocês que, num gesto puro e sem pedir nada em troca, trouxeram de volta o que ainda restava de mim, daquela garotinha que vivia fazendo os outros rirem da sua risada engraçada. Porque quando me vejo envolvida com suas piadas e histórias de vida, consigo trazer em segundos aquela pessoa de volta. Aquela que pensou que a amizade não teria fim, que o amor existia mesmo em um mundo tão violento e que a gente pode, sim, ser feliz sem precisar sem milionário. Foram vocês, queridos amigos de longa data, que me fizeram perceber que eu só preciso da ajuda de vocês. Não para me ajudarem nos dias difíceis e muito menos para resolver aquela equação chata de matemática. Mas para dançarem comigo no ritmo que a vida nos der. Porque eu descobri que começar a semana com vocês vale muito mais a pena. E não há música melhor do que meus passos sendo acompanhados pelos de vocês.

Vanessa Esteves

Nenhum comentário:

Postar um comentário